Revista eletrônica de investigações filosófica, científica e tecnológica

ISSN 2358-7482

 

Julho/2020, Ano VI, Volume VI, Número XIX

 

A Terceira Via e a “Nova Pedagogia da Hegemonia”: o papel das políticas sociais na educação para a nova sociabilidade

         

         Publicado Julho/2020

 

 

Aline Fabiane Barbieri

Professora do Instituto Federal do Paraná

 

Resumo

O texto tem como objetivo apresentar e discutir o projeto educacional do neoliberalismo de Terceira Via, denominado por Neves (2005), como “nova pedagogia da hegemonia” (NPH), enfatizando o papel das políticas sociais na sua edificação e disseminação. Trata-se de um estudo de caráter bibliográfico, fundamentado nos pressupostos teórico e metodológicos do materialismo histórico. Apresenta-se a Terceira Via como uma vertente neoliberal, centrada numa proposta de desenvolvimento capitalista, articulando economia de mercado à justiça social. Identifica-se que a Terceira Via encaminha um projeto educacional – a NPH, no qual as políticas sociais visam a formação de nova sociabilidade. É destacado o papel contraditório das políticas sociais para o sociometabolismo da crise do capital por serem, ao mesmo tempo, necessárias para a melhoria das condições de vida da classe trabalhadora, e funcionais à dinâmica capitalista, visto que amenizam as contradições entre capital e trabalho e contribuem para a disseminação da racionalidade ideológica conservadora.

Palavras-chave: Neoliberalismo; Terceira Via; Políticas sociais; Nova sociabilidade.

 

Resumo

La suba teksto celas prezenti kaj diskuti la edukan projekton de la Novliberalismo laŭ la “Tria Vojo”, nomigita, far Neves (2005), kiel “nova pedagogio de hegemonio” (NPH), pro tio, ni emfazas la rolon de sociaj politikoj en sia konstruado kaj disvastigado. Temas pri bibliografia studo, fondita sur la teoriaj kaj metodologiaj bazoj de la historia materiismo. En ĝi, oni prezentas la Trian Vojon kiel novliberala branĉo, centrita je propono de kapitalisma disvolviĝo, kiu kunigas merkata ekonomio al sociala justeco. Oni perceptas, ke la Tria Vojo enkondukas edukan projekton – NPH, en kiu sociaj politikoj celas formadon de nova socieblecon. Oni reliefigas la kontraŭdiran rolon de tiuj sociaj politikoj por socimetabolismo de la krizo de kapitalo ĉar ili estas, samtempe, necesaj por plibonigo de la vivkondiĉoj de la laborista klaso, kaj funkciigaj al la kapitalisma dinamiko, ĉar ili mildigas la kontraŭdirojn inter kapitalo kaj laboro, kaj same kontribuas al dissemigo de konservativema ideologia racieco.

Ŝlosilvortoj: Novliberalismo, Tria Vojo; Sociaj politikoj, Nova sociebleco.

 

Abstract

The text aims to present and discuss the educational project of neoliberalism of the Third Way, denominated by Neves (2005), as "new pedagogy of hegemony" (NPH), emphasizing the role of social policies in the construction and dissemination of the project. It is a bibliographical study, based on the theoretical and methodological assumptions of historical materialism. The Third Way is presented as a neoliberal, centered on the proposal of capitalist development, articulated to values ​​of social justice. Identify that Terceira is an educational project guide - the HNP, from which social initiatives are part of the process of forming the new sociability. Social capital, people are necessary to improve the living conditions of the working class, are variable for the capitalist, are considered as contradictory between capital and labor. contribute to a spread of conservative ideological rationality.

Keywords: Neoliberalism; Educational politics; Reforms.

 

Biografia do autor

Aline Fabiane Barbieri

Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Maringá (UEM/PR)) e graduada em Educação Física (Licenciatura) também pela UEM. Atua como docente no Instituto Federal do Paraná - Campus Pitanga.

 

Referências

 

BLAIR, T.; SCHROEDER, G. Europa: A Terceira Via / O Novo Centro. Terra vista. ago. 1999.

 

BOGO, A. O institucional e o seu contrário. Dossiê esquerdas, eleições e transformações estruturais da sociedade brasileira. Blog Marxismo 21, 2014. Disponível em: <http://marxismo21.org/wp-content/uploads/2014/09/Ademar-Bogo.pdf>. Acesso em: 09 jun. 2018.

 

BOITO JR., A. Política neoliberal e sindicalismo no Brasil. São Paulo: Xamã, 1999.

 

BOTTOMORE, T. Dicionário do pensamento marxista. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

 

CHAUÍ, M. Fantasia da Terceira Via. Jornal Folha de São Paulo (Entrevista). São Paulo, dez.1999. Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/fsp/mais/fs1912199904.htm>. Acesso em: 09 jun. 2018.

 

CONTRI, A. L. Uma avaliação da economia brasileira no Governo Dilma. Indic. Econ. FEE, Porto Alegre, v. 41, n. 4, p. 9-20, 2014.

 

FILGUEIRAS, L. O neoliberalismo no Brasil: estrutura, dinâmica e ajuste do modelo econômico. In: BASUALDO, E. M.; ARCEO, E. (Orgs.). Neoliberalismo y sectores dominantes: tendencias globales y experiencias nacionales. Buenos Aires: Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales – CLACSO, 2006. p. 179-206.

 

GIDDENS, A. A Terceira Via: reflexões sobre o impasse político atual e o futuro da social-democracia. Rio de Janeiro/São Paulo: Record, 1998.

 

______. O debate global sobre a Terceira Via. São Paulo: UNESP, 2007.

 

GRAMSCI, A. Cadernos do Cárcere: introdução ao estudo da filosofia, a filosofia de Benedetto Croce. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1999.

 

GROPPO, L. A.; MARTINS, M. F. Terceira Via e políticas educacionais: um novo mantra para a educação. RBPAE, v. 24, n. 2, p. 215-233, maio/ago. 2008. Disponível em: <http://seer.ufrgs.br/index.php/rbpae/article/view/19251/11174>. Acesso em: 09 jun. 2018.

 

HARVEY, D. O neoliberalismo: história e implicações. São Paulo: Loyola, 2008, p. 11-96.

 

LIMA, K. Terceira via ou social-liberalismo: bases para a refundação do projeto burguês de sociabilidade. Universidade e Sociedade, ano XIV, n. 34, out. 2004.

Disponível em: <http://www.andes.org.br/imprensa/publicacoes/imp-pub-390873073.pdf>. Acesso em: 09 jun. 2018.

 

MACIEL, D. De Lula à Dilma Roussef: crise econômica, hegemonia neoliberal e regressão política. Blog marxismo 21, 2013. Disponível em: <marxismo21.org/wp-content/uploads/2013/06/D-Maciel-2.pdf>. Acesso em: 09 jan. 2018.

 

MARTINS, A. Os fundamentos do projeto neoliberal: formulações para educar a sociabilidade. In: MARTINS, A. S. A direita para o social: a educação da sociabilidade no Brasil contemporâneo. Juiz de Fora, RJ: UFJF, 2009. p. 33-58.

 

MASCARO, A. L. Estado e forma política. São Paulo: Boitempo, 2013.

 

MÉSZÁROS, I. O poder da ideologia. São Paulo: Boitempo, 2012.                   

 

______. Para além do capital: Rumo a uma teoria de transição. São Paulo: Boitempo, 2002.

 

NEVES, L. M. W. (Org.). A nova pedagogia da hegemonia: Estratégias do capital para educar o consenso. São Paulo: Xamã, 2005.

 

NEVES, L. M. W. Políticas sociais contemporâneas: teses para discussão In: Políticas Públicas & Serviço Social: Análises e debates. Publicação do Observatório Social. Rio de Janeiro, set./out. 2008.

 

NUCCI JR, R. Construir uma política comunista socialmente enraizada para superar a conciliação de classe. Blog Marxismo 21, 2014. Disponível em: <http://marxismo21.org/wp-content/uploads/2014/09/Renato-Nucci-Jr-dossie.pdf>. Acesso em: 09 jun. 2018.

GPFCT - IFPR

Grupo de Pesquisas Filosofia, Ciência e Tecnologias

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ - IFPR

Instituto Federal do Paraná Av. Cívica, 475 - Centro Cívico - Assis Chateaubriand - PR/ BR - CEP.: 85.935-000


​Telefone : 44-98813-1127

Email : jose.provetti@ifpr.edu.br

FIQUE POR DENTRO

Inscrições abertas:

Grupo de estudos filosóficos

IF-Sophia - Assis Chateaubriand

 

 

EVENTOS

 

IF-Sophia - Assis Chateaubriand


© 2014 Grupo de Pesquisas Filosofia, Ciência e Tecnologias - IFPR.

Orgulhosamente criado por Wix.com

  • unnamed
  • YouTube Social  Icon
  • s-facebook
  • Twitter Metallic
  • s-linkedin